Mestrado Integrado em Engenharia Química

Objetivos do Curso

O plano curricular do Mestrado Integrado em Engenharia Química (MIEQ) baseia-se em princípios associados às “ Novas Fronteiras no Ensino da Eng. Química”, refletindo a relação triangular “Moléculas-Produto-Processo”, a análise multi-escala dos fenómenos, a sustentabilidade dos processos industriais, contribuindo para a formação multifacetada dos futuros Engenheiros Químicos, que lhes permita:
– Analisar e descrever fenómenos/processos físicos, químicos e biológicos, em diferentes escalas de tempo e espaço usando diferentes metodologias;
– Projetar, controlar e otimizar processos químicos/biológicos com elevado grau de complexidade;
– Modelar/simular processos químicos e utilizar ferramentas de integração energética, de sustentabilidade ambiental e de engenharia da qualidade (Processo, Ambiente e Energia);
– Desenvolver novos biomateriais com funcionalidades específicas, ou processos biotecnológicos para uso em áreas de química fina, saúde, alimentar e farmacêutica (Biossistemas).

Condições de Acesso e Ingresso

Provas de Ingresso: Física e Química (07) e Matemática A (19).

Saídas Profissionais

As áreas de atuação do Mestre em Engenharia Química formado no DEQ/FCTUC, com uma preparação polivalente e multidisciplinar, não se circunscrevem à indústria química tradicional, onde a sua intervenção pode ir desde o projeto à produção, gestão ambiental, controlo de qualidade, comercialização e marketing, podendo também dar resposta eficaz a todo um novo leque de solicitações em áreas como a biotecnologia, energia, materiais e tecnologias da informação. Segue-se um resumo dos setores mais importantes de empregabilidade:
– Indústrias Químicas: celulose e papel, cerâmica e vidro, cimentos, petroquímica, plásticos, detergentes, tintas, têxtil;
– Indústria farmacêutica e biotecnológica;
– Indústria alimentar e agroalimentar;
– Ambiente: estações de tratamento de efluentes domésticos (ETAR) e industriais (ETARI);
– Consultoria e licenciamento industrial e ambiental;
– Gestão de organizações e processos e implementação de sistemas qualidade;
– Setor público: administração central e regional;
– Investigação e desenvolvimento.

Comments are closed.